quinta-feira, 13 de julho de 2017

Relógios





Meu sogro tinha mania de relógios, e acho que eu também. Só na minha salinha de aula, tenho dois; tenho também um no corredor do andar inferior, outro no corredor do andar superior, outro na cozinha, um na área de serviço, e outro na sala de estar...e um em cada quarto de dormir. Ao todo, são 9. Se me perguntarem porque, direi que eu gosto de saber que horas são...

Historiadores crêem que o primeiro relógio foi criado na Judéia, por volta de 600 A.C. Era um relógio de sol. Pena que ele não funcionava à noite, e nem quando chovia ou estava nublado! Depois, vieram as ampulhetas, mas creio que não eram muito precisas... e um tanto grandes para se carregar de lá para cá!

Mais tarde, vieram os relógios de pêndulo (aperfeiçoado por Galileu), de bolso (inventado por Pedro Heilen, por volta de 1500 em Nuremberg)  e de pulso (alguns crêem que foi inventado por Santos Dumont, mas na verdade, foi Patek Philippe, no final do século XIX quem o inventou... mas há controversas). 

Não gosto muito de relógios de pulso. Mas adoro os relógios de parede! Adoraria ter um daqueles relógios cuco, dos quais sai um passarinho ao soar das horas. Amo escutar o tique-taque dos meus relógios enquanto ando pela casa à noite, quando tudo está em silêncio. Dá a impressão de que tudo está certo, que as coisas vão bem. O tempo não parou, e o mundo continua girando.

Também sou daquelas que ama dormir escutando um relógio barulhento, enquanto a maioria das pessoas que conheço sentem-se incomodadas por tal ruído. Tenho a impressão, ao dormir ouvindo o barulho do relógio, que estou sendo hipnotizada aos poucos por Morfeu. 

Dá uma paz de espírito...











4 comentários:

  1. O que li foi que o primeiro relógio de pulso foi usado pela irmã de Napoleão que pediu (a não sei quem) que adaptasse um de bolso para ela,se foi verdade não sei...o que aprendemos é que Santos Dumont que o inventou...
    Gosto de relógios, mas só tenho um grandão em cima da lareira e um desses que vem com várias pulseiras para trocar,um modelo bem clássico...até gosto de relógios, mas tenho outras manias...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  2. Já tive relógio cuco. Meu pai sempre se levantava depois da badalada da meia-noite para puxar as correntes e supender as "bananas"da corda. Eu adorava ficar parada em frente ao relógio próximo da hora de ver o pequeno cuco!
    Gostei de saber da sua apreciação por relógios de parede!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Olá Ana
    Minha mãe tem um cuco, e confesso que quando vou lá ele me irrita, mas sou viciada em relógio, não vivo sem, em cada comodo da casa tem um e sempre estou com um de pulso.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana, eu gosto de relógios, acho lindo aqueles cucos bem grandes, mas na minha casa só tenho dois, depois que me aposentei aboli o relógio de pulso,de tanto contar gotejamento de soro e pulsação de pacientes, enjoei o relógio de pulso.Sabe eu tenho outra mania, de deitar perto de alguém conversando, parece que a conversa entra no meu sono, acho uma delícia, barulho embala meu sono.

    Bom findi !
    Bjs!

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa para deixar um comentário, por favor. Espero que tenha gostado. Obrigada pela visita!